15 fevereiro, 2011

Notebook no colo pode reduzir (matar) o número de espermatozoides

Estudo da Universidade Estadual de Nova York mostra que a temperatura dos órgãos reprodutores masculinos pode aumentar em até 2,5 graus com o calor liberado pelo equipamento portátil

calor do notebook no colo pode diminuir (matar) os espermatozoides - witian blogAtenção, homens! Usar notebook pode diminuir a quantidade de espermatozoides, comprometendo a fertilidade masculina. A conclusão faz parte de uma pesquisa realizada pela Universidade Estadual de Nova York.
No estudo, coordenado pelo urologista Yelim Sheynkin, 29 jovens voluntários se submeteram a testes de temperatura depois de permanecerem alguns minutos com o notebook no colo. De acordo com a equipe médica, o calor liberado pelo equipamento fez com que a temperatura dos órgãos reprodutivos masculinos aumentasse em até 2,5 graus.
Essa variação pode comprometer a fertilidade, já que os espermatozoides não sobrevivem ao calor. Não há nenhum estudo anterior ao da Universidade Estadual de Nova York que associe a infertilidade masculina ao uso de notebook no colo. Porém, a comunidade médica ressalta que altas temperaturas podem causar danos à saúde reprodutiva masculina.