09 junho, 2011

Cesare Battisti é solto pela justiça brasileira, invés de extradita-lo para a Itália onde foi condenado a prisão perpétua por quatro (4) assassinatos.

Battisti foi condenado em 1993 à prisão perpétua por um tribunal italiano pelos assassinatos de dois policiais, um joalheiro e um açougueiro cometidos entre 1977 e 1979.

Cesare Battisti foi solto nesta quarta-feira (08) depois de ser condenado a prisão perpétua na Italia e deestar preso no Brasil a quatro anos"A decisão da Justiça brasileira constitui um tapa nas instituições italianas e um ato indigno de uma Nação civilizada e democrática", afirmou a ministra italiana da Juventude, Giorgia Meloni.

A extradição foi negada por seis ministros do Supremo (STF): Luiz Fux, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Joaquim Barbosa, Ayres Britto e Marco Auréio Mello. Mas Gilmar Mendes, Cezar Peluso e Ellen Gracie defenderam a análise do pedido.

Battisti, integrou o grupo Proletários Armados pelo Comunismo (PAC), braço das Brigadas Vermelhas, grupo armado mais ativo durante a onda de violência política que atingiu a Itália quatro décadas atrás.

O primeiro-ministro Silvio Berlusconi disse em comunicado que a decisão "não leva em conta as legítimas expectativas de justiça do povo italiano e, em particular, dos familiares das vítimas".

Comentário do editor do Blog de Campeão - WiTiaN bloGA “JUSTIÇA BRASILEIRA” é uma piada, enquanto tantos processos esperam para serem julgados a “nossa” justiça fica de briguinha com a justiça italiana.
Já que este criminoso, assassino, foi julgado e condenado a prisão perpétua na Itália, deveríamos simplesmente extradita-lo para lá e ficarmos livres dele. Afinal no Brasil já tem criminoso demais e ainda querem proteger os de fora, é brincadeira essa tal de “JUSTIÇA”!