01 agosto, 2011

Entenda a diferença entre a Internet do Brasil com a do Japão; qual será a mais rápida?

Internet no BrasilSua internet possui 1Gbps? Claro que não, você mora no Brasil! 

Não sabe ainda o que é um Gbps? No Brasil, a velocidade das conexões varia muito, já que o público é igualmente diverso. Ainda existem usuários que utilizam a conexão de 56 kpbs discada, mas também há alguns usuários mais avançados com conexões de até 10 Mbps - tida aqui, até então, como de altíssima velocidade.
Já no Japão... Pasmem, mas as conexões dos nossos amigos do outro lado do mundo podem atingir até 1 Gpbs. Os jogos que você baixa na internet e demoram cerca de duas horas para terminar, lá demoram apenas meio minuto!
tabela de unidades-grandezas da inormatica - bits-Bytes-Kilobaytes-Megabytes-Terabytes

Os “bps” (de 'bits por segundo') indicam a velocidade com que a sua conexão é capaz de trafegar dados. Um usuário de conexão discada pelo telefone, por exemplo, possui uma conexão de 56Kbps - isso quer dizer que ele será capaz de trafegar 56 kilobits por segundo.

 

 

As conexões japonesas atingem estes números graças a sua rede de internet via fibra ótica, que garante uma melhor velocidade na conexão - tanto para download quanto para o upload, bem como mais estabilidade no sinal.

Quanto você paga pela sua internet?

Os serviços de internet no Brasil geralmente

ofertam conexões de 1 à 8 Mpbs de velocidade, que convenhamos, são inexpressivos se compararmos com o Japão, que pode ter conexões quase mil vezes mais rápidas. Mas será que essa diferença de velocidade também se aplica ao preço?

O preço médio por conexão de internet aqui no Brasil varia entre R$ 40 e R$100,00 por mês. Se as conexões japonesas são até mil vezes mais rápidas que as brasileiras, então devem custar em média R$70.000 mensais, não? Errado! Uma conexão de fibra ótica no Japão custa, em média, R$100 por mês (sim, o valor já está em reais).

Se seguirmos a lógica dos três zeros de diferença, verificamos que, comparando com os R$ 100 pagos pelos japoneses, deveríamos pagar apenas 10 centavos por mês pela nossa conexão com a internet. Só que aqui não é Japão...